A evolução e os benefícios dos aparelhos auditivos | Centro Auditivo Lider
CA Lider

A evolução e os benefícios dos aparelhos auditivos

A evolução e os benefícios dos aparelhos auditivos
Os aparelhos auditivos são como microcomputadores com uma supertecnologia, prontos para ajudar pessoas com perda auditiva, total ou parcial, a ouvirem os sons, se comunicarem e, assim, participarem ativamente da vida em sociedade.

A cada ano, o que observamos é a evolução tecnológica desses dispositivos e, assim, a qualidade de vida de seus usuários também aumenta.

Mas, nem sempre foi assim. Há mais de 100 anos, quando foram inventados, os equipamentos eram grandes e desconfortáveis.
 

Evolução dos aparelhos

Desde sua invenção, em 1898, os aparelhos auditivos têm sua história marcada por acelerada evolução.

Os primeiros dispositivos criados com o objetivo de melhorar a perda auditiva tinham o formato de enormes trombetas.

Posteriormente, no século XIX, eles têm sua história ligada à guerra civil americana, mais precisamente àas sequelas auditivas sofridas pelos combatentes.

Um século depois, a invenção do transmissor de carbono revolucionou o segmento dos aparelhos auditivos, ao permitir a criação de modelos elétricos.

Um novo salto evolutivo foi dado em 1950. A criação dos transistores possibilitou o acoplamento dos botões de ligar e desligar, o que fez diminuir o uso de baterias e pilhas.

A partir daí, observamos uma redução no tamanho dos equipamentos, além da melhoria em sua parte estética. Dez anos depois, o modelo retroauricular (BTE), utilizado até hoje, foi desenvolvido.
 

Tipos de aparelhos auditivos

Se há alguns anos os equipamentos eram grandes e desconfortáveis, hoje, eles são discretos e com ótima qualidade sonora, o que torna a experiência do usuário ainda melhor.

Os modelos que temos hoje no mercado são desenvolvidos com tecnologia de última geração e funções capazes de se adequar às necessidades e estilo de vida de quem possui problema auditivo.

Além disso, quem necessita utilizar esse tipo de equipamento tem acesso à reprodução de sons cada vez mais naturais e nítidos.

Retroauricular (BTE): também conhecido como aparelho auditivo convencional, esse modelo é colocado atrás da orelha. A linha é voltada para perdas auditivas com grau variando de moderado a severo.

O modelo do Centro Auditivo Lider conta com várias opções de níveis tecnológicos, que vão da categoria econômica até a premium, onde as principais inovações na indústria auditiva se fazem presentes.

Intracanal (ITC): um aparelho de uso interno personalizado, que se destaca pela facilidade de colocação e retirada da orelha.

O modelo do Centro Auditivo Lider dispõe de vários níveis tecnológicos, desde os aparelhos econômicos até os modelos de categoria premium.

Confeccionado com moderna tecnologia a Laser 3D, esse é um equipamento confortável, durável e de confiança.

Microcanal (CIC): por ser extremamente pequeno, a única maneira de enxergá-lo na orelha do usuário é olhando com muita atenção para o conduto auditivo.

Esse modelo faz uso da pilha auditiva número 10, sendo indicado para perdas auditivas de grau leve, moderadas e moderadamente severas.

Receptor no canal (RIC): aparelhos auditivos desse nível proporcionam um inigualável resultado sonoro, com estabilidade, sistemas de adaptações abertas e imediatas, além do posicionamento leve e confortável na orelha.

Não à toa é a categoria mais utilizada em todo mundo e, por isso, os avanços tecnológicos da indústria auditiva começam por ele.

Esse é um modelo do tipo pequeno e discreto, indicado para perdas auditivas de grau leve a severo.

Retroauricular recarregável (BTE-R): uma linha moderna, destinada a perdas auditivas de grau moderado a severo. Possui conectividade Bluetooth com celulares Android e iOS, além de outros dispositivos eletrônicos.

O modelo do Centro Auditivo Lider conta com várias opções de níveis tecnológicos, desde a categoria essencial até a premium.

Invisível dentro do canal (IIC): para quem busca discrição, essa é a melhor opção. Com seu tamanho reduzido (0,8 cm), fica inserido totalmente dentro do conduto auditivo.

Tem qualidade sonora premium e um dos seus pontos altos é que o usuário se adapta já na primeira visita ao centro auditivo. Esses aparelhos são indicados para quem tem perda auditiva de leve a moderada.

Intracanal recarregável (ITC-R): não precisa trocar pilha, de fácil colocação e manuseio. Esse modelo conta com modernos recursos disponíveis, que tornam seu uso tranquilo.

O modelo do Centro Auditivo Lider está disponível nos níveis tecnológicos, essencial, avançado e premium.

Eles são indicados para as perdas auditivas de grau moderadas a moderadamente severas.

Receptor no canal recarregável (RIC-R): moderno e fácil de usar, ele possui qualidade sonora avançada, estabilidade, sistemas de adaptações abertas ou ventiladas, além do posicionamento confortável na orelha.

O modelo do Centro Auditivo Lider tem alta tecnologia, com sistemas inteligentes, monitoramento de saúde e muitas funções via app.

Pequeno e discreto, ele é indicado para perdas auditivas de grau leve a severo. Dispensa pilhas e sua recarga para um dia todo de uso não passa de 3 horas.


Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/conteudo-publicitario/centro-auditivo-lider/a-evolucao-e-os-beneficios-dos-aparelhos-auditivos/ 

Blog

CA Lider
Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies.

NOSSO TELEFONE

(41) 3095-4090
ligar

fale conosco no

WhatsApp
iniciar conversa