Teste de avaliação auditiva: entenda a importância | Centro Auditivo Lider
CA Lider

Teste de avaliação auditiva: entenda a importância

Teste de avaliação auditiva: entenda a importância

Você faz, ou já fez alguma vez, exame de audiometria? O teste de avaliação auditiva avalia sua capacidade de ouvir os sons e pode ajudá-lo a identificar se já há perdas de captação sonora ou mesmo outros tipos de problemas que podem ser tratados o quanto antes. A perda auditiva traz sérios prejuízos à qualidade de vida das pessoas e pode levar a problemas como constrangimentos, isolamento social e até depressão. Apesar de ser indolor e absolutamente nada invasivo, o exame de audiometria é deixado de lado pela maioria da população.

Segundo a Agência Brasil, órgão governamental que publica notícias e reportagens de importância para os brasileiros, um estudo feito em conjunto pelo Instituto Locomotiva e a Semana da Acessibilidade Surda, em 2019, revelou que de 10,7 milhões de pessoas no Brasil sofrem com deficiência auditiva, dos quais 2,3 milhões têm deficiência severa. A surdez atinge 54% de homens e 46% de mulheres. A predominância é na faixa de 60 anos de idade ou mais (57%).

Ainda de acordo com a Agência Brasil, o estudo indicou que praticamente nove entre dez pessoas com deficiência auditiva, adquiriram esta situação ao longo da vida. Destes, a metade já apresentava perda de audição antes dos 50 anos e, entre os que apresentavam deficiência severa, 15% já nasceram surdos. 

Os dados apontam a importância de acompanhar, por meio da audiometria, a própria capacidade auditiva. Os exames deve ser periódicos, principalmente para quem é mais propenso a desenvolver problemas de escuta, como profissionais que trabalham com altos volumes de som, quem faz uso recorrente de medicamentos que provocam lesões nos ouvidos, quem tem comportamentos nocivos para a saúde dos ouvidos (como ouvir música em alto volume com o uso de fones de ouvido) ou quem tem predisposição genética.

 

Como é o teste de avaliação auditiva?

O exame auditivo tem o objetivo de permitir ao otorrinolaringologista ou ao fonoaudiólogo avaliar a capacidade que o paciente tem de ouvir e interpretar os sons, permitindo fazer o diagnóstico que conduzirão as medidas e tratamentos a serem tomados. 

Há dois tipos de testes. A audiometria tonal serve para avaliar a percepção dos sons, medindo o mais suave, ou mais audível, para uma pessoa. Indica o volume de decibéis que o paciente consegue ouvir, permitindo identificar o tipo da perda auditiva – já tratado em outro artigo anteriormente – e o grau da perda (leve, moderada, severa ou profunda). Também pode ser utilizada para mensurar o nível sonoro que é desconfortável ou doloroso para o indivíduo.

É feito em uma sala à prova de som, na qual o paciente permanece em silêncio e ele deve pressionar um botão no momento em que percebe que sons estão sendo enviados a ele.

A audiometria vocal é o teste pelo qual se mede a capacidade de ouvir e entender as palavras. Para isso, o paciente deve repetir palavras ditas a ele por um alto-falante ou por fones de ouvido. Se a percepção estiver afetada, a fala pode parecer distorcida. Este teste de avaliação auditiva é bastante eficaz para definir a necessidade de uso de aparelhos auditivos e para identificar doenças que possam surgir na parte interna do ouvido.

Blog

CA Lider
Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies.

NOSSO TELEFONE

(41) 3095-4090
ligar

fale conosco no

WhatsApp
iniciar conversa