Veja como limpar o aparelho auditivo sem causar danos | Centro Auditivo Lider
CA Lider

Veja como limpar o aparelho auditivo sem causar danos

Veja como limpar o aparelho auditivo sem causar danos

Limpar o aparelho auditivo é essencial para manter a saúde do usuário, afinal, todos passamos a compreender melhor a importância das boas práticas de higiene devido à pandemia do novo coronavírus. Entretanto, manter as próteses limpas também é benéfico para seu bom funcionamento, prolongando sua vida útil, uma vez que partículas de sujeira podem comprometer a qualidade sonora esperada. Embora a assepsia seja ponto crucial, você sabe como limpá-las adequadamente?

Higienizar os aparelhos deve ser um hábito diário, e não apenas quando eles apresentam algum mau funcionamento, porque garante o pleno atendimento das funcionalidades. Por outro lado, são necessários alguns cuidados, uma vez que a tecnologia tem componentes delicados que podem sofrer avarias se não forem tomadas as precauções devidas.

Um exemplo desses cuidados é evitar o uso de álcool comum – o etanol, ou álcool 46% ou mesmo o 70%; este último, recomendado para limpeza das mãos e superfícies desde o início da pandemia - ou outros produtos abrasivos, muito comuns na vida dos brasileiros para a assepsia dos mais diversos objetos. Eles são altamente danosos!
 

Manuseio correto para limpar o aparelho auditivo


Antes de tudo, e sempre pensando na delicadeza dos aparelhos auditivos, é importante higienizar as próprias mãos para o manuseio dos equipamentos, lavando-as e desinfetando-as com solução de álcool e água. O procedimento vai evitar o contato de sujeiras ou resíduos que possam entrar no aparelho e afetar o funcionamento.

Para limpar o aparelho auditivo, o adequado é utilizar um pano de algodão macio e seco ou com agentes específicos para este fim ou, ainda, dependendo da necessidade, um pano úmido com água e um pouco de sabão. Neste segundo caso, certifique-se de que o tecido está bem torcido e, após a higienização, aguarde até que esteja bem seco.

Apesar de não ser adequada a utilização de solução alcoólica, como as graduações de 46% ou 70%, o álcool isopropílico é indicado para limpeza de aparelhos eletrônicos em geral. A diferença é que o segundo tem menor interação com a água, devido a uma unidade a mais de carbono em sua composição. Isso o torna indicado para a limpeza de aparelhos eletrônicos em geral, porque reduz o risco de enferrujar componentes de metais. 

Porém, é necessário cuidado: jamais permita que líquidos entrem em contato com as próteses auditivas. Se for utilizar o álcool isopropílico, aplique uma pequena quantidade em um tecido ou papel utilizado para limpar os aparelhos.
    
Para as próteses retroauriculares, é indicada a higienização da área que fica atrás do ouvido, mantendo o orifício desobstruído para garantir a entrada do som. 

É claro que, dentro do ouvido, pode haver contato da sonda com a cera, mas seu acúmulo prejudica o bom funcionamento das próteses. Para esta limpeza, o indicado é usar uma escova e um pano seco e aguardar a secagem antes de reutilizá-lo.

Aparelhos intracanais e microcanais podem ter mais contato ainda e, por isso, são equipados com protetor de cerúmen. Ele funciona como uma barreira e precisa ser constantemente limpo para evitar a entrada de cera ou outras sujeiras, mas, se isso ocorrer e atingir a saída de som, o mais adequado é encaminhá-lo para a manutenção – jamais insira qualquer objeto nas fendas.
 

Blog

CA Lider
Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies.

NOSSO TELEFONE

(41) 3095-4090
ligar

fale conosco no

WhatsApp
iniciar conversa